top of page

Depressão Sazonal: Sintomas, Tratamentos e Estratégias para Enfrentar o Transtorno

A depressão sazonal, também conhecida como transtorno afetivo sazonal (TAS), é uma condição relacionada às mudanças de estação e provoca sintomas depressivos. Geralmente, ocorre no outono ou inverno e termina na primavera ou início do verão, e a menor incidência de luz solar é a principal causa dessa condição.



Muito frequentes em países nórdicos, como Finlândia, Noruega e Suécia, que têm alta incidência devido aos dias mais curtos e à menor quantidade de luz solar no inverno, esse transtorno ocorre com menor incidência no Brasil, mas é preciso ficar atento durante os períodos mais frios do ano.

Os sintomas da depressão sazonal incluem perda de energia, alterações de humor, irritabilidade e ansiedade generalizada. A falta de exposição ao ar livre devido à baixa temperatura contribui para essas mudanças comportamentais.

A redução na produção dos hormônios serotonina e melatonina é apontada como um dos desencadeadores da depressão sazonal. Essa redução pode levar a sintomas depressivos, ansiedade e fadiga. Além disso, a menor exposição ao sol resulta em níveis reduzidos de vitamina D, afetando o funcionamento adequado do organismo.

Mulheres são quatro vezes mais propensas a desenvolver essa condição, e os sintomas tendem a ocorrer com mais frequência após os 20 anos. Em alguns casos, os sintomas podem persistir mesmo no verão, exigindo acompanhamento especializado para verificar se há uma possível depressão comum.

O tratamento da depressão sazonal envolve o uso de medicamentos, como antidepressivos, para equilibrar os neurotransmissores responsáveis pelo bem-estar. É importante destacar que esses medicamentos não proporcionam resultados imediatos, levando algumas semanas para surtirem efeito. A dosagem e o tipo de medicamento variam de pessoa para pessoa, exigindo ajustes individuais.

A psicoterapia, especialmente a terapia cognitivo-comportamental (TCC), desempenha um papel fundamental no tratamento da depressão sazonal. Ela ajuda os indivíduos a compreenderem suas emoções e desenvolverem estratégias para lidar com elas. As sessões podem ser realizadas individualmente ou em grupo e incluem exercícios de reflexão e técnicas de relaxamento.

Outra abordagem terapêutica eficaz é a fototerapia, que utiliza a exposição à luz brilhante como substituição à luz solar. Essa técnica é aplicada em hospitais e clínicas especializadas, e a duração varia de acordo com a intensidade da luz e o plano de tratamento estabelecido pelo médico. A fototerapia é frequentemente combinada com o uso de medicamentos e é altamente recomendada para pessoas com depressão sazonal.

Além dos tratamentos mencionados, adotar hábitos saudáveis é benéfico no combate a esse mal. Uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras e legumes, contribui para reduzir a incidência de depressão, e a prática regular de atividade física estimula a liberação de hormônios relacionados ao bem-estar. Para o adequado enfrentamento desse transtorno, é fundamental buscar ajuda profissional para o diagnóstico e desenvolvimento de um plano de tratamento, visando à recuperação e ao bem-estar mental.


Clínica da Gávea – Priorizar a saúde mental é celebrar a vida.


Comments


bottom of page